quinta-feira, 17 de setembro de 2009

A falta que vai fazer²

Naquele dia ela disse sobre o tamanho de sua angústia e confessou:
" - eu confio em você".
Não existe nada mais forte neste mundo que este laço. E os dois sabiam.
Eu tô até agora engolindo o choro...as lágrimas teimam em cair a todo tempo e milhões de coisas povoam o meu pensamento...e isso não é bom pq eu já penso "coisas" a todo tempo, imagina quando agora se tem um motivo...
Ian vai pro intercâmbio em dezembro...e eu vou ter que deixar ele ir...vai ser bom pra ele, pro curriculo dele, experiência de vida...seria até egoísmo da minha parte pedir pra ele não ir!
Mas eu tenho medo...
Tenho medo...morro de medo...
Pq??
Poque o Ian é umas das coisas mais importantes da minha vida...
Muitas das coisas que faço hoje (se duvidar, TODAS AS COISAS) é tudo movido pela força de que é por ele, é pra ele, dar a ele e ajudar ele num futuro nosso...
Eu nem consigo imaginar como seriam os dias, as tardes, as noites sem poder nem ao menos ver...só conversas frias e distantes aqui no msn, incontáveis lágrimas antes do sono vir, ruas cheias de gente vazias, não poder mais dar um abraço nele e sentir como ele me cobre toda quando me abraça, ficar sem deitar do lado dele, na cama dele, não ver mais o nome dele no visor do celular, Natal e reveion sem ele e tantas outras coisas nossas...seria insuportável!Tenho medo dele achar outra pessoa por lá ou me dizer que não vai mais voltar...Meu Deus, acho que meu coração secaria!
Tenho que me preparar desde agora, e ele sabe o quanto isso vai ser dificil pra mim... ele tá querendo ir no final do ano...não tá muito longe...tá muito perto...e eu já to sofrendo!
Mais como não sofreria? Vou fazer de conta que ele foi ali na esquina e volta logo? Não dá...são 3 meses de espera, de insônia, observar o silêncio, escutar o vazio, guardar o escuro e tudo isso dentro e fora de mim.
Anular meu inconsciente quando é ele quem vai desmentir a presença do Ian todas as noites aqui na sala ou lá na beirada da piscina, e todo o tempo vai ser a mesma coisa, a mesma saudade de não estar e de esperar. Ainda bem que tempos duros pedem corações suaves. O meu é como nuvem.
E eu não sei se vou me acostumar com a idéia de que vai passar rápido, porque pra mim vai ser maior que a eternidade. Pra mim vai ser difícil, insuportável, angustiante e solitário...
Ah...vou tentar ocupar a mente, sair, conversar com os amigos...tudo besteira e perca de tempo!!
Se eu for sair cada avenida da cidade, rua, pedra, bar vai me lembrar o Ian. Viagens também não servem. Só servem pra reflexões e para pessoas que querem fugir de problemas. Os amigos? Esses são os piores. " Mariana cade o Ian?" e alem do que acho que não serei uma companhia muito alegre.
Como é que esquece?
"-O que eu vou fazer? Quem vai me fazer companhia?Quem vai ficar comigo?
-O nosso sentimento... aquele que voce guarda dentro do coraçao e da alma.
-Vai ser difícil demais.
-Eu sei que vai. Por isso que confio em você, e só em você.
-Te amo sabia?
-Sabia... e sei.
-Vou te esperar até o último dia.
-Eu sei. Vou ficar esperando por esse dia. "
E vai ser amor tudo que eu vou sentir longe dele...

2 comentários:

aurora b. disse...

oi, posso comentar aqui? rs
bom, se não, pode apagar. eu imagino o quanto deve ser difícil para você ficar sem o seu namorado, mas encarar isso só como uma coisa ruim não vai te fazer bem. tente manter contato com ele nesses três meses, normalmente, nem que seja com as 'conversas frias no msn'. não dizem que quando a gente faz coisas boas o tempo passa rápido? pois aproveite esse tempo com ele e esses três meses passa rapidinho. o que importa é que vocês se amam, e só.
melhoras, bjs.

Mariana Portela disse...

oi aurora...eu tento pensar no lado bom disso, melhorei até esses dias, to tentando amadurecer essa ideia!
é bem difícil...
eu espero mesmo que esses 3 meses passem rápido pq eu sinceramente me preocupo em como vou ficar, no meu estado...
tenho medo dele conhcer alguem por lá, me esquecer, não gostar mais de mim quando voltar...
dizem que do destino ninguém foge...
mas mesmo assim eu tenho medo!