quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Vontade de matar e de morrer

Sabe o que eu descobri? Não sou uma pessoa boa quando estou com ciúmes.
Eu não sou ciumenta. Só sinto o ciúme quando me sinto ameaçada por algo que possa tirar de mim o que amo e quem amo.
E eu andei me sentindo ameaçada esses dias...
Eu tava notando o Ian distante, muito dono de si, sem me dizer nada sobre pra onde ía... fui tentar falar com ele, saber o que tava acontecendo, ver se o problema era comigo, saber se ele não tava mais gostando de mim.
Ele dizia que não era nada, não tinha nada...pois bem! Acreditei nele...
Mas os dias foram passando e ele agindo da mesma forma, sem nenhum tipo de afeto, carinho ou palavra de amor. Ele não agia como antes...
Aquele Ian que me amava, que me tratava sempre com gestos e palavras doces não estava mais perto de mim, estava muito distante. Eu perguntei outra vez e ele nunca tinha nada...
Eu estava vendo meu namoro escorrendo pelos dedos e não podia fazer nada.
Ele sempre meio que evitando eu tocar nele, não me olhava mais com aquele amor de antes, impaciente, sem tempo pra mim... quando a gente tava junto eu me sentia como se tivesse com qualquer outra pessoa, menos com ele.
Foi quando eu começei a sentir ciúmes. Mas ciúmes de que? De quem?
Eu não sabia. Só sabia que eu estava com ciúmes e com raiva. Eu tentava não me importar como antes não me importava quando ele dizia que ía sair, mas uma raiva me fazia pegar fogo no corpo inteiro, o sangue fervia, as lágrimas de raiva brotavam sem nenhum exforço, um ódio explodia no meu peito como se fosse transpassar a pele, uma vontade de matar e de morrer...
Era insuportável aquilo que eu sentia...
Eu nunca fui desse jeito...era o ciúme me consumindo.
Não gostava de ser daquele jeito. Eu tinha medo de perder ele...
Mas no fim das contas acabou tudo bem... a gente conversou e agora não sinto mais aquilo tudo e aquela maldita insegurança. Achamos que era mesmo só uma fase ruim, afinal são quase 2 anos de namoro e todo namoro tem seus altos e baixos.
Mas é só se amar de novo que tudo passa...
E agora é só amor... ele melhorou demais, tá como era antes, o Ian que eu amo!!
Não sou boa pessoa com ciúmes, não mesmo...
Mas as coisas voltaram ao seu curso normal.
Sábado passado teve uma festa Brega aqui em casa...depois posto as fotos!! Foi muito legal!E eu só na Sminoff Ice. O Dj que tava aqui é de Santa Catarina, adivinhem o que eu conversei demais com ele... a tomada do porto de Laguna durante a Guerra dos Farrapos.(risos)
Isso me consome... tem que sentir o que eu sinto pra entender o meu fascínio por toda essa história. E nunca ninguém vai sentir o que eu sinto...nunca.
A semana na facul tá sendo de aproveitamento 0... tô morrendo de ansiedade... vou pra Floriano sexta. Um final de semana de descanço de toda essa besteira aqui!
Acho que só posto agora depois que chegar de viagem.
Ah, como anda minhas leituras?
Mui bien. Tô terminando A Casa das Sete Mulheres e a cada página sinto como se estivesse lá.
Isso é tudo.
Amor...estamos agora em tempos de paz. Só se amar, se amar até o fim, sem saber quando o fim chega! Estou mui contente de ter VOCÊ denovo do meu ladinho e não esquece:


" Um amor assim tão raro, pra tantos é tão caro e pouca gente pode ter "






Um comentário:

thyago david. disse...

Confesso que tive medo de ler o final da história. Mas saiu tudo bem, tudo voltou ao normal.. =D

É normal sentir ciúmes, quem não sente?!

Beijos.